segunda-feira, 25 de abril de 2011

Sem limites para ser feliz!




Meu filho, por que se entregar à tristeza?
Melancolia e depressão não levam a lugar algum a não ser à morte ou ao hospital. Aprenda a se ocupar com coisas boas, a perceber o lado bom tudo e veja quanto falta ainda por realizar. Gente deprimida e triste não produz qualidade. É preciso dar mais valor a você mesmo. A vida pede maior qualidade. Entenda que você é responsável por tudo o que está acontecendo com você mesmo.
Isso o assusta? Mas é isso mesmo. Você só está assim porque você permite.
Sabe o que lhe faltou, meu filho? Faltou senso de limite. Limite para você e limites para os outros. Você perdeu o controle da situação e agora lamenta. Isso não adianta. Atitudes derrotistas não resolvem, apenas aprofundam os problemas. É preciso primeiro conscientizarse de que ninguém é responsável pela sua infelicidade, a não ser você mesmo.
Mas em compensação, somente você é capaz de reverter situação. Ficar em casa, preso em lamentações, desejando a morte não fará você feliz, não trará o sol para a sua vida. Levantese, ouse, modifique a situação. Arrumese, vistase com maior cuidado e carinho, aprenda a se perfumar com o sorriso e saia pelo mundo cantando e dançando para a vida. Abra um sorriso largo em seu rosto.
Conheça e faça novos amigos, conheça pessoas diferentes. No mundo, meu filho, há seis bilhões de pessoas. Por que se prender apenas a este círculo reduzido de gente deprimida? Saia para a vida e para viver. Conquiste seu espaço, sua felicidade e seu mundo.
Depressão é para quem não quer fazer nada, Quem trabalha pela própria felicidade e pela conquista da vida não encontra tempo para se lamentar.

Pai João de Aruanda


Eu sei que tudo vai melhorar
Eu sei que vai passar
Eu sei que vai dar tudo certo
Eu só preciso ser forte
Eu só preciso vencer um dia por vez